Antropólogo dos EUA vive entre índios maranhenses há mais de 50 anos
Fantástico, 1/jan/2012. "Um americano, antropólogo, com quase 90 anos, é o responsável pelo maior e mais longo estudo sobre os índios canelas, do Maranhão. Ele registrou mais de 50 anos da vida na aldeia. Até o comportamento sexual dos índios foi pesquisado. Nos passos da coreografia tribal, um homem branco de 87 anos usa bengala para dançar. Porque o herdeiro de uma das maiores fortunas da Califórnia largou tudo para viver entre os índios do Brasil? “Porque encontrei outra coisa melhor para fazer. Muito melhor. Sempre me dediquei a antropologia. Uma vez que encontrei a antropologia, não tinha outra coisa para fazer”, resume o antropólogo Bill Crocker."

http://fantastico.globo.com/Jornalismo/FANT/0,,MUL1677601-15605,00.html


"A maior e mais longa pesquisa sobre uma tribo indígena já realizada registrou desde os rituais até o comportamento sexual dos índios canelas."
page 1 of 3123next »
This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.