Awetí
Nome preferencial: Awetí
Explicação: Nome mais usado na literatura. O acento segue o padrão da ABA.
Auto-denominação: Awytyza
Nomes e grafias alternativos: Aweti, Aueti, Awetö, Auetö, Awete (confuso), Arauite (provavelmente outro grupo)
Filiação genética: família Awetí, tronco Tupí
População: 162 (censo pessoal 2009, incluindo gente de outras etnias que vivem com os Awetí em uma das agora três aldeias)
Falantes: 143 (2009), incluindo nenéns que estão adquirindo Awetí como primeira língua
Situação sociolingüística: Estável mas ameaçada. em duas aldeias tem forte bilinguismo, em certo grau diglossia com o Kamayurá (que é dominante na menor aldeia, de 18 pessoas).
Localização: Rio Kurisevo, Município de Gaucha do Norte, Parque Indígena do Xingú, Mato Grosso
Fonte(s) de informação: Sebastian Drude (abril/2010), baseado em observação pessoal (pesquisa de campo maio/2009)
Código ISO 639-3: awe
Pesquisadores em nosso cadastro que estudam esta língua:

(Esta página foi editada pela última vez em 1271774464|%e %b %Y, %H:%M %Z|agohover.)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.