4550

<

>



WAGLEY, Charles
  • Welcome of tears. The Tapirapé Indians of Central Brazil. New York, Oxford University Press, 1977. 328 páginas, ilus., 1 apêndice, glossário. Bibliografia.

Sete anos após a monografia de Herbert Baldus (BCEB 2957), o livro do outro cronista dos Tapirapé completa o quadro da etnografia desses Tupi do Araguaia. Estudados por dois pesquisadores de igual estatura profissional, mas de óticas diferentes e complementares, numa época em que o contato interétnico era esporádico, os Tapirapé passam a ser um dos grupos indígenas melhor documentados em seu gênero de vida tradicional.
Wagley redige sua monografia nos moldes americanos, baseado sobretudo em observações datadas de 1939-40. Entretanto, por ter voltado ao campo em 1953, 1957 e 1960, por períodos maiores ou menores, e ter acompanhado os trabalhos de Judith Shapiro (BCEB 4382 e 4383) entre os mesmos índios em 1966 e 1967, Wagley mostra-se muito sensível aos fenômenos de mudança na sociedade e cultura Tapirapé, registrando-os admiravelmente entretecidos no texto.
O apêndice contém a tábua de parentesco para Ego masculino e feminino, enquanto o glossário registra termos tapirapé e portugueses usados.
Cfr. comentário de Roque de Barros Laraia no Anuário Antropológico 77, Rio de Janeiro 1978, pp. 203-208, sob o título "De como uma tribo cativou seu antropólogo".

(p. 637-638)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.