3818

<

>



MELATTI, Julio Cezar
  • Nominadores e genitores: um aspecto do dualismo Krahó. Verhandlungen des XXXVIII. Amerikanistenkongresses. Stuttgart-München 12. bis 18. August 1968. München, Kommissionsverlag Klaus Renner, 1971. Band III, pp. 347-353. - Reproduzido em Egon Schaden (org.), Leituras de etnologia brasileira. São Paulo, Editora Nacional, 1976, pp. 139-148.

"A presente comunicação tem por objetivo oferecer uma interpretação da maneira de transmitir os nomes pessoais entre os índios Krahó e do complexo de idéias que mantêm a respeito da procriação, usando como recurso explanativo a oposição entre esses dois elementos" (p. 347). O autor consegue mostrar que "cada nome pessoal seria como o nome de um personagem. A sociedade Krahó seria constituída por um conjunto de personagens que, tais como os do teatro, seriam eternos, fadados a repetirem sempre os mesmos atos. Os atos e as relações desses personagens seriam somente aqueles transmitidos junto com os nomes pessoais. Embora eternos, tais personagens seriam encarnados por atores diversos, que se sucederiam no tempo" (p. 352).

(p. 380)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.