3634

<

>



KERN, Arno Alvarez
  • Missões: uma utopia política. Porto Alegre, Mercado Aberto, 1982. 275 páginas. Bibliografia.

Equilibrado estudo que se baseia na documentação já publicada. Desenvolve-se de acordo com o seguinte plano: "Inicialmente são estudadas as instituições político-admnistrativas espanholas e missioneiras, bem como a inserção destas na esfera jurídica da sociedade hispano-americana. A seguir é analisado o complexo papel político desempenhado pelos missionários e o tipo de liderança que exerceram. Após são examinadas as instituições militares bem como o seu significado político e relação com a situação fronteiriça. Finalmente se faz um estudo crítico das hipóteses que já foram até hoje sugeridas sobre a possível existência local de uma unidade política autônoma e soberana" (pp. 7-8). Particularmente interessante é o capítulo voltado para as instituições militares, ou seja, a organização e o alcance do exército guarani. Conclui o autor que "os Trinta Povos foram uma tentativa bem sucedida de
criação de uma vida comunitária cristã, com grupos indígenas em vias de aculturação à sociedade global espanhola. Entretanto, ao pretender para os índios guaranis um espaço de liberdade inserido no mundo colonial ibero-americano, as Missões se transformaram em uma utopia" (p. 265). Trabalho recomendável principalmente pelo uso judicioso que faz das fontes publicadas.

(p. 311-312)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.