2479

<

>



OLIVEIRA, Roberto Cardoso de
  • O índio e o mundo dos brancos. A situação dos Tukúna do Alto Solimões. Prefácio de Manuel Diégues Júnior. Coleção "Corpo e alma do Brasil", XII. São Paulo 1964, 143 pp. in-8°, 4 gráficos no texto, 11 figuras em pranchas fora do texto, apêndice. Bibliografia. ― O primeiro capítulo saiu com algumas modificações de forma e conteúdo sob o título "Aculturação e 'Fricção' Interétnica" em América Latina, ano 6, n. 3, Rio de Janeiro 1963, pp. 33-46, resumos em espanhol, francês e inglês.

O autor usa a noção de "situação" no sentido esboçado por Georges Balandier em Sociologie actuelle de l'Afrique Noire (Paris 1955), frisa o "caráter bàsicamente sociológico" (p. 27) de sua pesquisa e faz restrições ao ponto de vista "culturalista" pela "sua pouca penetração nas estruturas cruciais de um determinado fenômeno: o contato interétnico" (p. 21). Para assinalar "o sentido destruidor" dêste contato entre aquela tribo e os neo-brasileiros introduz o têrmo "fricção interétnica" (p. 27). Analisa dados demográficos e a história da integração dos Tukuna no sistema econômico regional criado por aquêles intrusos de seu habitat, estuda a organização social dos referidos índios e sua transformação em caboclos para, no capítulo final que é o sôbre "O mundo dos brancos", demonstrar que "as diferenças sociais (de classe) são neutralizadas diante das diferenças étnicas, expressas na distância cultural existente entre as populações indígenas e a sociedade nacional." (p. 104). Embora o autor afirme que sua maneira de investigar a sociedade tribal concomitantemente com as fôrças modificadoras vindo de fora "evitará qualquer 'culturalismo', tão a gôsto da etnologia tradicional" (p. 128), o seu livro inovador tem predicados para enriquecer os conhecimentos de todos os estudiosos do índio, desde os culturalistas mais inveterados até os sociologistas mais adiantados.
Cf. os comentários de Egon Schaden em Aculturação Indígena, São Paulo 1964, pp. 60-62 e 281, de Alfredo López Austin em América Indígena, XXV, n. 3, México 1965, pp. 340-342, de William H. Crocker no Handbook of Latin American Studies, XXVII, University of Florida Press, 1965, item 1238 c, e de Georg Grünberg na Revista do Museu Paulista, N. S., XVI, São Paulo 1965/66, pp. 361 a 364.

(p. 526-527)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.