2432

<

>



MIGLIAZZA, Ernesto
  • Esbôço sintático de um corpus da língua máku. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi, N. S., Antropologia n. 32, Belém-Pará 1966, 38 pp., resumo em inglês. Bibliografia.

Nesta língua, classificada como "isolada", que "conta sòmente com três falantes descendentes de um grupo que antigamente morava nas margens dos rios Uaris e alto Uraricuera, Território Federal de Roraima", o autor encontra "indícios léxico-estruturais que aponta uma possível relação genética com o grupo Tupí" (p. 1).

(p. 489)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.