2407

<

>



MELATTI, Julio Cezar
  • Índios e criadores: a situação dos Krahó na área pastoril do Tocantins. Monografias do I. C. S., III, Rio de Janeiro, 1967, 166 pp. in-8°, 8 gráficos e 4 mapas no texto, 4 pranchas fora do texto. Bibliografia.

Pesquisa sôbre as relações de contacto entre os Krahó e os brancos, realizada segundo o projeto "Estudo de Áreas de Fricção Interétnica no Brasil" de Cardoso de Oliveira. O primeiro capítulo, reunindo dados históricos sôbre a área pastoril em que vivem aquêles índios, termina com a seguinte observação: " …para aquêles que ingênuamente acreditam que o problema dos indígenas fica solucionado logo após garantida a posse das terras tribais, o caso Krahó oferece um sério desmentido. Embora lhes tenha sido concedido um extenso território, com uma superfície equivalente a duas vêzes e meia a do Estado da Guanabara, o conflito entre os interêsses dos índios e os dos civilizados continua. As razões de tal conflito serão analisadas nos capítulos que seguem." (p. 52).
O segundo capítulo (pp. 53-89) descreve a organização social dos Krahó, destacando o seu "conservantismo timbira". Os dois capítulos restantes mostram como o branco e o Krahó se encaram e tratam recìprocamente.
Leitura obrigatória para o etnó1ogo e o indigenista.

(p. 472-473)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.