2184

<

>



FUCHS, Helmut
  • Der amoahasó der Deukwhuana (Makiritare) und seine Bedeutung. Völkerkundliche Abhandlungen, I: Beiträge zur Võlkerkunde Südamerikas, Hannover 1964, pp.105-116, 3 figuras no texto. Bibliografia.

O autor descreve um brinquedo de crianças em forma de tipiti, de 15 a 22 cm de comprimento, que, entre aquêles Karaíb do alto Ventuari, Venezuela, cujos parentes Iekuaná são encontrados no noroeste do território brasileiro do Rio Branco, funciona para "prender o dedo". Partindo dessa descrição, analisa o motivo da vagina dentada na mitologia makiritare, citando analogias da mitologia de outras tribos sul-americanas. Convém mencionar o mito que me contaram os Karajá (B.C. 133, pp. 227, 262-263; 133a, pp. 214-216; 1834, p. 63) e onde, como nas narrações dos Makiritare e Waiwai, figura também a piranha (serrasalmo) cuja dentadura terrível constituti a armação da vagina.

(p. 309-310)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.