2020

<

>



CÉSAR, José Vicente
  • Die Urnenbestattung bei den Tupi-Guarani. São Paulo 1965. 177 pp. in-8°, 20 figuras e 3 mapas no texto. Bibliografia. ― Resumo em português na Revista de Antropologia, XIV, São Paulo 1966, pp. 53-72. Bibliografia.

Nesta tese de doutoramento aprovada pela Universidade de Friburgo na Suiça, o autor analisa numerosos dados arqueológicos e etnográficos sôbre os enterros em urnas de tribos da família Tupi-Guarani a fim de estabelecer uma tipologia e investigar problemas histórico-culturais a respeito. Chega às seguintes conclusões: "Baseando-se no tamanho, na aparência externa e na decoração das igaçabas, consegue-se provisoriamente determinar três tipos principais de urnas bastante característicos dos Tupi-Guarani meridionais: Chané-Chiriguano, Guarani e Tupinambá. A distribuição das urnas funerárias no âmbito geográfico dos Tupi-Guarani parece confirmar a opinião tradicional de que o centro de irradiação original dêsses índios foi provàvelmente a zona fronteiriça entre a Bolívia, o Paraguai e o Brasil. Não se pode provar que o costume tenha sido herdado de outros
povos. Pelo contrário, tendo em vista que os Guarani o praticaram tão intensamente, preferimos admitir tratar-se de tradição antiqüíssima comum a tôda a grande família tupi-guarani, conhecida já antes de terem iniciado suas dispersões migratórias." (p. 70 do resumo).

(p. 199)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.