1957

<

>



BRUXEL, Arnaldo
  • A nobreza dos caciques guaranis do primitivo Rio Grande do Sul. Pesquisas, II Pôrto Alegre 1958, pp. 81-112, resumos em francês e inglês.

Versão portuguêsa de um documento setecentista em castelhano, conservado no "Archivo General de la Nación" em Buenos Aires, contendo um "depoimento jurado de quatro testemunhas não religiosas, que passaram mais ou menos a vida, lidando com guaranis, e de nove velhos missionários, a maior parte dos quais ajudou a tirar os índios do seu estado de infidelidade ao cristianismo". Nele são desmentidos alguns gananciosos que, querendo obrigar os caciques e seus filhos a prestar trabalho mais ou menos escravo, espalhavam "a falsidade de que não houve cacique entre os gentios guaranis, senão que os padres missionários a seu bel-prazer nomeavam caciques para subtrair o maior número possível de índios à mita e ao tributo. Diziam que todos os índios eram da mesma ralé, todos eram vis e não havia distinção entre êles, e que viviam como brutos animais à sombra das árvores…" (p. 81). As declarações contêm dados acêrca da hereditariedade do cacicado e de outros aspectos da cultura dos referidos índios.

(p. 161-162)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.