1711

<

>



VELLARD, J.
  • Les poisons de pêche de l'Amérique du Sud. Revista del Instituto de Antropología de la Universidad de Tucumán, II, n. 5, Tucumán 1941, pp.81-106.

Trata da nomenclatura índia dêsses venenos vegetais, da distribuição geográfica das espécies produtoras, da ação do veneno sôbre os peixes e outros animais e da difusão dêsse processo de pesca que "se concentra em duas grandes zonas bem delimitadas: a região indo-malaia e a região americana". O autor observou pessoalmente tais processos entre os Karajá, Kaiapó, Pareci, Nambikuara e, fora do Brasil, entre os Mbwihá do Paraguai (Kainguá). Sua vasta distribuição em tôda a América do Sul é mostrada pelo mapa publicado por Erland Nordenskiöld (The Changes in the Material Culture of two Indian Tribes under the influence of new surroundings, Göteborg 1920, p. 45, mapa 6).
Já Anchieta descrevera minuciosamente o processo de tinguijagem empregado pelos índios do Brasil e o referido por êle está de acôrdo com os relatos modernos de muitos etnógrafos e botânicos. Mas ninguém fêz até hoje um estudo tão completo dêsse assunto como Vellard na presente monografia.

(p. 744)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.