1640

<

>



TASTEVIN, C.
  • Le "Riozinho da Liberdade". La Géographie. Paris 1928. Separata: 11 pp., 1 mapa.

"Segundo os primeiros exploradores, dos quais alguns estão ainda vivos, havia outrora relativamente muitos índios no Riozinho da Liberdade. Quase todos desapareceram. Os civilizados, caucheiros peruanos e seringueiros brasileiros, exterminaram grande número nas expedições ou correrias sem compaixão. Chegaram a lançar pequenos índios ao ar para recebê-los com a ponta dum punhal." (p.7).
O autor se refere, ainda, às lutas entre os Arara e Katukina que habitavam aquêle afluente do Juruá.

(p. 713)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.