1499

<

>



SCHUPP, A.
  • Os aborigenes do Brazil sob o ponto de vista ethnologico. Annuario do Estado do Rio Grande do Sul para o anno de 1903 publicado sob a direcção de Graciano A. de Azambuja. (Anno XIX). Porto Alegre 1902, pp.145-159, 26 figuras no texto; ibidem 1904 (Anno XX), Porto Alegre 1903, pp.116-128, 45 figuras no texto; ibidem 1905 (Anno XXI), Porto Alegre 1904, pp.263-272, 27 figuras no texto. ― O original alemão, segundo uma nota de rodapé na primeira página, apareceu eln 1892, na revista Natur und Offenbarung, publicada em Münster, Alemanha, tendo sido depois revisto e corrigido pelo autor para ser traduzido para o português.

À p. 151 do ano XIX são enumeradas as tribos que antigamente habitavam o território do Estado do Rio Grande do Sul, declarando o autor: "Atualmente não existem mais índios selvagens neste Estado. Umas centenas de índios domesticados, pertencentes aos Camés, vindos de S. Paulo, moram em Nonohay e clrcunvizinhanças em diversos aldeamentos." Nas páginas seguintes trata dos objetos de uso dos índios sul-riograndenses, a saber, nas páginas 152-159 do ano XIX e 116-124 do ano XX de objetos de pedra, nas páginas 124-128 do mesmo ano e 263-268 do ano XXI dos de barro, e nas páginas 268-270 de miçangas e utensílios de ferro.
Duas figuras, à p. 157, mostram um machado de âncora a respeito do qual observa o autor ser o único exemplar encontrado no Rio Grande do Sul de que tem notícia.
Os objetos estudados pertencem ao museu do Colégio de N. S. da Conceição, em São Leopoldo.

(p. 658)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.