1490

<

>



SCHULLER, Rudolf
  • Die Sprache der Mongoyó-Indianer im Staate Bahia. International Journal of American Linguistics, VI, n. 1, New York 1930, pp.43-46.

Comparando o pequeno vocabulário "mongoyó-carnijó" publicado por Branner com algumas palavras de diversas outras línguas, o autor acha que "o idioma dos talvez antigamente muito numerosos índios do lugarejo Mongoyó no Estado da Bahia deve ser incorporado ao grupo lingüístico Karib-Aruák." Acrescenta que, segundo Branner, os brasileiros de Águas Belas chamam êsses índios de Carnijós. "Dizem que os próprios índios se chamam Fórnio." (p. 46).
Segundo Loukotka (Linguas indígenas do Brasil, p. 153), a língua em questão constitui a família Iaté.

(p. 654-655)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.