1396

<

>



RYDÉN, Stig
  • Brazilian anchor axes. Etnologiska Studier / Ethnological Studies IV, Göteborg 1937, pp.50-83, 13 figuras no texto (sendo uma um mapa). Bibliografia.

O autor chega à conclusão de que os machados de âncora foram usados como arma e como objeto cerimonial, empregando-se para o trabalho outros machados mais simples. Um mapa de distribuição mostra ser aquêle machado semilunar particular à cultura de tribos gê.
Cf. o comentário de Herbert Baldus na Revista do Arquivo Municipal XLV, São Paulo 1938, pp.125-127, 1 mapa.

(p. 616)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.