0984

<

>



MELO, Mário
  • Um “Machado de Ancora” de argila, dos Tapuias pernambucanos. Revista do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano, XXXV (1937-1938), Pernambuco, 1941, pp.190-192, 1 prancha.

Trata dum machado semilunar encontrado no município de Vitória. Como mostra Stig Rydén em sua monografia "Brazilian anchor axes", essa espécie de machados era peculiar à cultura de tribos gê.

(p. 445)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.