0799

<

>



KRUSE, Albert
  • Alphabetfür südamerikanische Indianersprachen (1933). Lose Blätter vom Cururú. Santo Antonio, Provinzzeilschrift der Franziskaner in Nordbrabilien. 13. Jahrgang, N. 1. Bahia 1935, pp.31-34. Errata: ibidem, 15. Jahrgang, N. 2, Bahia 1937, p.86; e ibidem, 16. Jahrgang, Bahia 1938, p. 29.

O autor escreve sôbre êste alfabeto proposto por êle: "O melhor é escrever e imprimir no alfabeto espanhol-português as línguas índias sul-americanas. Por que? Porque, no dizer do professor K. Th. Preuss, êste alfabeto presta-se relativamente bem a escrever as línguas índias da América Latina. De fato, os linguistas e missionários de língua espanhola e portuguêsa empregaram-no sempre. … No 'Alphabet für südamerikanische Indianersprachen', que deve servir, antes de tudo, para fins práticos e ser um alfabeto da missão, são consideradas, naturalmente, as exigências práticas do impressor, omitindo-se, por isso, quanto possível, os sinais diacríticos, de modo que tôdas as tipografias sul-americanas possam trabalhar com êle" (p.31).

Podem servir de complemento as observações publicadas pelo mesmo autor sob o título "Indianeralphabet" (ibidem, 15. Jahrgang, N. 2, Bahia 1937, pp.72-74).

(p. 369)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.