0748

<

>



KOCH-GRÜNBERG, Theodor
  • Zwei Jahre unter den Indianern. Reisen in Nordwest-Brasilien 1903/1905. I, Berlin 1909, iv, 359 pp., 12 pranchas, 227 figuras, 1 mapa; II, Berlin 1910, 413 pp., 10 pranchas, 218 figuras, 4 mapas. Apêndice e índice alfabético.

O autor viajou pelo Alto Rio Negro, seus afluentes lçana, Caiari-Uaupés e Curicuriari, e pelos rios Apaporis e Japurá, estudando nesta zona fronteiriça entre o Brasil e a Colômbia numerosas tribos da família lingüistica Betóia e algumas tribos aruak e karaíb. Encontrou-se também com indivíduos maku, uitoto e miranha, investigando-os lingüisticamente. A presente obra descreve essa viagem, apresentando intercalados os resultados científicos, que se referem principalmente à cultura material, sendo escassos os dados psicológicos e sociológicos. A obra representa o chamado "trabalho extensivo", que procura abranger o maior número possível de etnias, ao invés de limitar-se ao estudo "intensivo" de uma única tribo. No apêndice o autor classifica as diferentes etnias visitadas, citando 60 palavras de cada, a fim de compará-las.

Às páginas 378-391 do segundo tomo, Erich M. von Hornbostel estuda a altura dos sons de algumas flautas de pã do noroeste do Brasil, chegando a supor estreita ligação entre êstes instrumentos de sôpro e seus semelhantes no Peru antigo.

Uma edição abreviada desta obra de Koch-Grünberg apareceu sob o título Zwei Jahre bei den Indianern Nordwest-Brasiliens, Stuttgart 1921 (Sétimo milheiro: Stuttgart 1923), 416 pp., 12 pranchas, 48 figuras e 1 mapa.

(p. 347-348)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.