0723

<

>



KISSENBERTH, Wilhelm

Depois de compilar referências aos Tapirapé feitas na literatura desde o século XVIII até 1912, o autor apresenta o material por êle colhido, em 1909, da bôca de u'a mulher dessa tribo, que encontrou vivendo como escrava numa aldeia dos Karajá do Norte. É uma lista de 145 vocábulos, que são comparados com correspondentes palavras de outras línguas tupi. Seguem-se cantos, dos quais um reproduzido com a melodia (fig. 14) e quatro no texto original com tradução interlinear. Dignos de nota são, ainda, os dados sôbre jogos-de-fio (pp.78-80 e figs.29-34). A boneca de barro (fig.21) e as miniaturas de máscaras de dança (figs.22 e 23), adquiridas dos Karajá, que declararam serem elas produtos dos Tapirapé, pertencem à cultura daqueles e não dêstes. Outro êrro é confundir jacu com sagüi na tradução dum dos mais característicos cantos tapirapé (pp. 70-71).

(p. 338)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.