0605

<

>



GUÉRIOS, R. F. Mansur
  • Investigações etimológicas tupis. Separata do "Anuário da Universidade do Paraná de 1950". Curitiba 1951 9 pp.

"Todo e qualquer estudo lingüístico americano tende, direta ou indiretamente, quer queiram, quer não, para o estabelecimento da unidade genética das línguas indígenas da América, se não se quiser dizer que para a confirmação dessa unidade, a cuja conclusão chegou A. Trombetti, mediante a análise dos pronomes pessoais e dos numerais. Daí decorre uma série de conclusões para a fonética, morfologia, sintaxe e semântica de cada grupo ou mesmo de cada língua. O grande progresso que se espera dos estudos gerais e particulares dos idiomas americanos, só é possível mediante a comparação. E esta se fará não só entre as línguas da mesma família, senão ainda entre famílias ou línguas diferentes. Quando a família lingüística não pode explicar determinado fenômeno, não resta dúvida que será preciso ultrapassar ou quebrar a sua barreira, invadindo searas alheias, para buscar aí as razões que a família desconhece." (p.l).

E é assim que o autor estuda, nas páginas seguintes, algumas etimologias tupi.

(p. 286)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.