0408

<

>



DOMINICANAS, Missões
  • Gorotirés. Prelazia de Conceição do Araguaya. Rio de Janeiro 1936. 89 pp. in-8º, 79 figuras e 1 mapa no texto.

Descrição da quarta expedição feita por Dom Sebastião Thomas, bispo de Conceição do Araguaia, a procura dos índios Górotire. Êle explorou, em junho e julho de 1935 o Alto Rio Fresco, afluente do Xingu, encontrando nessa viagem rastos dos Purukaru, que são os Kaiapó ainda independentes, habitantes das vertentes orientais do primeiro rio mencionado. Êsses índios são o terror dos moradores brasileiros dos campos de Conceição, seus vizinhos a este, dos índios Tapirapé, seus vizinhos ao sul, e dos Górotire, vizinhos a oeste que lhes dão o nome de Djoré. Depois de ter descido outra vez até Nova Olinda, o missionário dominicano subiu o Riosinho, até alcançar os Górotire. Foi um encontro amigável que, apesar de rápido, permitiu ao viajante classificar os Górotire como Kaiapó.

(p. 204)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.