0372

<

>



CRULS, Gastão
  • Decoração das malocas indígenas. Revista do Serviço do Patrimonio Historico e Artistico Nacional V, Rio de Janeiro 1941, pp. 155-167 incluindo 4 pranchas (das quais duas coloridas) e bibliografia de 8 números.

Trata da ornamentação da casa índia sul-americana, referindo-se especialmente aos Bakairi e a tribos betóia e tukano. Em seguida o autor estuda um disco de madeira pintado de várias côres, que servia de remate ao poste central da maloca do chefe dos Urukuiana, tribo karaíb do Alto Jari também conhecida por Guaiana, Uaiana, Oayana, Ojana, Oiana e Aiana. Êsse disco foi encontrado, em 1938, por membros da Comissão Brasileira Demarcadora de Limites. Já pouco antes, Schulz-Kampfhenkel (Rätsel der Urwaldhölle, prancha pegada à página 168) vira semelhante objeto entre os Aparaí, outra tribo karaíb do mesmo rio, e Crevaux, no século passado, encontrou tais ornamentos em ambas as tribos mencionadas (cf. p. 163 do presente artigo).

(p. 191)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.