0218

<

>



BLEYER
  • Die wilden Waldindianer Santa Catharinas: die "Schokléng". Zeitschrift für Ethnologie XXXVI, Berlin 1904, pp. 830-852 e 6 figuras.

Segundo o autor, êsses índios do este de Santa Catarina são chamadas de "Schokléng" pelos Kaingang e dão a si próprios o mesmo nome. Esta segunda afirmação, sustentada também por Saint-Hilaire (cf. p. 852), foi desmentida por H. von Ihering que, no seu artigo "A ethnographia do Brasil meridional", p. 254, escreveu a respeito: "Proponho de denominá-los Aweikóma, designando-se assim com o nome que êles próprios se dão".

Segundo Bleyer, a língua dos Kaingang difere da dos "Schokléng" (p. 831).

O presente trabalho contém interessantes dados etnográficos e notas sôbre as relações entre êstes índios e brancos, sendo complementado por um estudo craniológico da autoria de Lissauer.

(p. 134)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.