0133

<

>



BALDUS, Herbert
  • Ensaios de Etnologia Brasileira. Prefacio de Affonso de E. de Taunay. Biblioteca Pedagógica Brasileira, série 5ª: Brasiliana, vol. 101. São Paulo 1937, 346 pp. in-8º, índices alfabéticos de matérias, tribos e autores, 1 fac-similie e 32 figuras em pranchas fora do texto. Bibliografia. Os seguintes ensaios apareceram, também, em língua alemã: "A sucessão hereditária do chefe entre os Tereno" (Ethnologischer Anzeiger, Bd. IV, Stuttgart 1935, pp. 38-42); "Os grupos de comer e os grupos de trabalho do Tapirapé" (Pindorama, 1. Jg., Heft 2/3, S. Paula 1937, pp.1-11); "A mudança de cultura entre índios no Brasil" (Archiv für Anthropologie und Völkerforschung, N.F., Bd. XXIV, Heft 3/4, Braunshweig 1938, pp.170-189).

O autor estuda, principalmente, problemas sociais e religiosos de várias tribos do Brasil Meridional e Central visitadas por êle nos anos de 1933 a 1935, a saber: dos Kaingang, Tereno, Bororo, Karajá e Tapirapé. O livro foi classificado por Alfred Métraux, no Handbook of Latin American Studies: 1938, Cambridge, Massachussetts, 1939, nº 358, como "important contribution to our knowledge to South American ethnology".

Cf. também as apreciações de Robert Lehmann-Nitsche (Archiv für Anthropologie und Völkerforschung, N. F, XXIV pp. 296-297), Raimundo Morais (À margem do livro de Agassiz, São Paulo, s.a. [1939], pp. 125-126), Nelson Werneck Sodré (O que se deve ler para conhecer o Brasil, Rio de Janeiro 1945, p. 173) e Estevão Pinto (Bulletin Bibliographique etc., Recife 1952, p. 8).

(p. 98)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.