0127

<

>



BALDUS, Herbert
  • Die Allmutter in der Mythologie zweir südamerikanicher Indianerstämme. Archiv für Religionswissenschaft XXIX, Heft 3/4, Leipzig 1932, pp. 285-292. Versão francêsa: La "Mère commune" dans la mythologie de deux tribus sudaméricaines. Trad. par A. Métraux. Revista del Instituto de Etnología II, Tucumán 1932, pp.471-479.

O autor emprega o têrmo "mãe comum" (Allmutter) para introduzir na mitologia a divisão das supremas divindades de sexo feminino em mães comuns e mães primárias, querendo representar, assim, uma ampliação do conceito de mãe primária (Urmutter) e indicar que não abrange sòmente a noção de uma divindade criadora, como ainda da única soberana do universo, a personificação feminina da onipotência. O presente artigo mostra as semelhanças da mãe comum na tradição dos Kágaba, da Serra Nevada de Santa Marta, na Colômbia, e dos Tumerahá, do Chaco nordésteo, portanto, de duas tribos que vivem muito distantes uma da outra e cujas culturas diferem profundamente.

(p. 95)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.