0100

<

>



AYROSA, Plinio
  • Dos índices de relação determinativa de posse no tupi-guarani. S. Paulo 1938, 95 pp. in-8º. Bibliografia.

Importante trabalho para o gramático versado em tupi. Uma das conclusões a que chega o autor é a seguinte: "As gramáticas de Anchieta, Montoya e Figueira são as fontes mais puras para o estudo do tupi-guarani antigo." A bibliografia de 149 números tem especial valor.

O autor apresentou essa obra como tese para concorrer ao cargo de professor catedrático de Etnografia Brasileira e Língua tupi-guarani, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo. Foi nomeado professor. Nos seus "Apontamentos para a Bibliografia da língua tupi-guarani", São Paulo 1943, p. 42, observa acêrca dessa publicação: "Na impressão da Tese ocorreram vários erros tipográficos de importância. O estudos dos índices de relação, principalmente o do índice T, é dos mais complexos no tupi-guarani, segundo opinião de Bertoni. Esta Tese for reproduzida pela Faculdade em seu Boletim nº XI (por engano vem na capa o nº IX), correspondente ao nº 1 das publicações da Cedeira de Etnografia Brasileira e Língua tupi-guarani, São Paulo, 1939. Alguns dos erros tipográficos da Tese original foram corrigidos no Boletim…"

Cf. os comentários de A. Lemos Barbosa (Estudos de Tupi, pp. 28 e 34-35).

(p. 84)

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.