Bibliografia Crítica da Etnologia Brasileira

"Como se vê, comecei com a Bibliografia Crítica da Etnologia Brasileira um trabalho que nunca acaba."
(Herbert Baldus, Introdução, p. 23)


Em 1954, Herbert Baldus publicava o primeiro volume de sua monumental Bibliografia Crítica da Etnologia Brasileira, obra indispensável, como lembra Melatti (2003), "tanto para os iniciantes como para os veteranos em pesquisas com indígenas". O volume II apareceria em 1968 e o III, elaborado por Thekla Hartmann, em 1984. Em comemoração aos 60 anos de sua publicação, a Biblioteca Digital Curt Nimuendajú digitalizou o primeiro volume, disponível aqui em formato PDF. A introdução está também disponível em formato HTML.

Transcrição

O objetivo agora é transcrever todos os verbetes, com o acréscimo de links para obras disponíveis em nosso acervo. Até o momento foram transcritos 1070 verbetes do total de 1785 contidos no primeiro volume.

O projeto de transcrição iniciou-se com a colaboração de Paula Grazielle Viana dos Reis e Eduardo Rivail Ribeiro. A partir de agosto de 2016, passou a ser realizado como parte do projeto de extensão "Ampliação da Biblioteca Curt Nimuendaju", sob coordenação de Aline da Cruz e com a participação de alunas de graduação da Universidade Federal de Goiás: Amanda Vallada e Keila Mariana Silva. O projeto está aberto à colaboração voluntária de pesquisadores interessados. Quer contribuir com o projeto de transcrição? Entre em contato conosco!

flickr:31297006810

Últimos acréscimos


RODRIGUES, Aryon Dall'Igna
. Classificação da língua dos Cinta-Larga. Revista de Antropologia, XIV, São Paulo 1966, pp. 27-30. Bibliografia. Reunindo o «Pequeno vocabulário da língua dos índios Cinta-Larga» do padre Adalberto Holanda Pereira, publicado ibidem, pp. 25-26, com 39 palavras do mesmo idioma, colhidas por Sarah Gudschinsky, e comparando êste material com o Mondé e o Digüt, o autor conclui que o Cinta-Larga pertence «à família lingüística Mondé, que é uma das sete famílias que, ao lado da Tupi-Guarani, compõem o tronco lingüístico Tupi.» (p. 27). [2574] (20 Apr 2018 07:41)

* * *


RODRIGUES, Aryon Dall'Igna
. Os estudos de lingüística indígena no Brasil. Revista de Antropologia, XI, São Paulo 1963, pp. 9-21. Bibliografia. Sinopse do estado dêsses estudos em 1961, acompanhada de comentários de J. Mattoso Câmara Jr. (pp. 17-19) e Sarah C. Gudschinsky (pp. 20-21).

Êsse trabalho, apresentado, primeiro, à V Reunião Brasileira de Antropologia, Belo Horizonte, em junho de 1961, foi lido, também, em agôsto do mesmo ano, nos II Encontros Intelectuais de São Paulo, sendo reproduzido nos Anais dêsta conclave intitulados Origens do Homem Americano, São Paulo 1964, pp. 304-310. [2573] (20 Apr 2018 07:05)

* * *


RODRIGUES, Aryon Dall'Igna 1925-
. As línguas «impuras» da família tupí-guaraní. Anais do XXXI Congresso Internacional de Americanistas (São Paulo 1954), II, São Paulo 1955, pp.1055-1071. Bibliografia. füte estudo baseado na estatística lexical sugerida por Swadesh abre novos caminhos na classificação dos graus de parentesco entre as diversas línguas que, em conjunto, formam o que o autor chama de «tronco tupí» (p. 1067). Representa um passo decisivo para a realização de seu trabalho classificatório apresentado, dois anos depois, no XXXII Congresso Internacional de Americanistas reunido em Copenhague (cf. B. C. 2572). [2570] (20 Apr 2018 06:58)

* * *

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.